1
1
1

  BIBLIOTECA / ARTE MUSEEOLOGIA

700 Arte Museologia
Biblioteca da Casa da Memória – Ilha do Fogo – Cabo Verde

 

700 HISTÓRIA DA ARTE. MUSEOLOGIA. MUSEUS.

 

Direitos culturais

 

x

MEYER-BISH, Patrice, (Dir.Publ)
Les Droits Culturels
Projet de Déclaration
Paris, Ed. Unesco, 1997, 49 pág.

Texte élaboré par le Groupe de Fribourg (Suisse), groupe interdisciplinaire travaillant en liaison avec l’UNESCO et le Conseil de l’Europe.
10 artigos e comentários.
(idem classe 340 : direito)

 

 

 

x

- - -
Museum International
Revista da UNESCO

 

Três artigos, como amostra de conteúdo.

 

 

 

artigos

JOHNSON, Nichola
. A la decouverte de la ville
HEBDITCH, Max
. Des musées que parlent de la ville
in : «Museum International», Paris-UNESCO,
nº 187, 1995
PARTHGOH, Lana de
A Chypre, les Amis ont créé leur propre musée
In «Museum International», Paris-UNESCO,
nº 176, 1992

 

Como conceber um museu numa cidade.
A memória.

O olhar sobre o passado, o presente e o futuro
Os objectos, as colecções, a recolha dos dados.
Como organizar e apresentar um espaço museológico.
Os visitantes.

Os motivos, as ideias e a vontade que levaram cidadãos a criar um museu.
O restauro de uma casa. O espólio.
Conteúdo e apresentação.

 

x

- - -
Enciclopédia Ilustrada de Antiguidades
Portugal, Editorial Estampa, 1996, 332 pág.
Londres, tradução de Marshall Editions

Enciclopédia.
Loiça. Vidro. Prata. Mobiliário. Relógios.
Períodos e estilos.
Apresentações das peças e ilustrações.

 

DON.
UniPT
2010

 

- - -
Manual de Normas
Documentando Acervos Africanos
ICOM, 2009, 80 pág. Edição portuguesa
ISSN: 1646-3706
ISSN (suporte electrónico) 1646-3714

AFRICOM = Centro Internacional dos Museus Africanos.
Manual de apoio á organização e á gestão de colecção de museus, sobretudo dos objectos etnográficos.
Gestão do objecto. Descrição do objecto. Historia do objecto. Fabrico. Utilização. Recolha. Documentação.
Com o apoio da UNESCO e outros organismos internacionais.

 

x

ASSUNÇÂO, Ana Paula
Fábrica de Louça de Sacavém
Lisboa, Ed. Inapa, 1997, 151 pág.
Colecção História da Arte

Contribuição para o estudo da indústria cerâmica em Portugal (1856-1974)
Uma fábrica que conseguiu entrar nas casas e no quotidiano dos portugueses (e não só).
Ilustrado.

 

DON.
Museu
Sacavém

 

Sobre a Fábrica de Louça de Sacavém:
. História da Fábrica
. Itinerário pela produção
. Primeiras peças da produção da Fabrica de Loiça de Sacavém – o papel do Coleccionador
. Roteiro das reservas

 

História da fábrica e da produção
Vários catálogos ilustrados.

 

x

BAUDRILLARD, Jean
Le système des objets
Paris, Gallimard, (1968/1º ed), 2009,268 pág.

Le sens de l’objet.
Un système cohérents de signes : matériaux, couleurs, formes, environnement, fonction, relation. L’objet ancien. Modèles actuels.

 

x

 

FONTANEL, Béatrice
Histoire des choses: la maison
Paris, Ed. Seuil, 2001, 251 pág.

Histoire de la maison d’autrefois:
La chambre. Le chauffage. La cuisine. La décoration. L’eau courante. L’éclairage. La fenêtre. Le ménage. Le mobilier. Les piéces. Les rangements. La salle á manger. La salle de bains. Le salon. Les toilettes.

 

x

SANDÃO, Arthur de
Faiança Portuguesa, século XVIII-XIX
Portugal, Livraria Civilização, 2 vol, 1985, 356 e 404 pág.

Panorâmica da cerâmica portuguesa.
Formas. Aspectos decorativos.
Centros cerâmicos: as diversas fábricas.
Ilustrado.

 

x

- - -  (vários autores)
Vista Alegre: porcelanas
Lisboa, Ed. Inapa, 1989, 269 pág.

História. Inventário artistico.
A porcelana. A técnica.
Diferentes períodos. (desde 1824)
A exportação.
Ilustrado

 

x

SIRE, Marie-Anne
La France du Patrimoine
Les choix de la Mémoire
Paris, Decouvertes Gallimard, 144 pág.

Dans la même collection :
La Généalogie.
Le Beau dans l’Utile: un musée pour les arts décoratifs.

 

L’apparition d’une conscience patrimoniale
L’invention des objets-monuments historiques.
Les nouveautés de la mémoire.
De la sauvegarde à la mise en valeur.

 

Catálogos e guias de museus ou exposição

 

DON.
2003

- - -
Directory of Museums in West Africa
Repertoire des Musées de l’Afrique de l’Ouest
Dakar, WAMP, 2000, 222 pág.

 

WAMP = West African Museums Programme / Programme des Musées de l’Afrique de l’Ouest
Lista/base de dados de 145 museus, existentes no ano 2000, nos 15 países da CEDEAO + Mauritánia

 

 

x

- - -
Antiguidades, Objectos de Arte, Jóias, Pintura Moderna e contemporânea
Catalogo de exposição, Lisboa, 2001

 

Apresentação de antiguidades, e referencias.

 

x

 

- - -
Découvrir l’histoire
Musée national Suisse, Château de Prangins
1998, 173 pág.

L’histoire du château. Sa restauration.
Le musée actuel : les salles et les thèmes.
La vie bourgeoise. La vie ouvrière. La famille. Avant l’industrie. Le défis du progrès. Rêver d’un monde meilleur.

 

Cabo Verde. Catálogos.

 

ADQ.
2006

- - -
Catálogo de Exposição «Nos Patrimóniu»
Praia, IIPC, Min. Cultura, 2005, 41 pág.

Vertente etnográfica (olaria, moagem, cabaças..)
Vertente subaquática (historial e tesouros de alguns navios naufragados)
Descrições. Ilustrações.

 

ADQ.
2008

- - -
Museu Etnográfico da Praia
Catálogo de Exposição
Praia, IIPC, Min. Cultura, 2007, 34 pág.

Historial do edifício. Antes e depois do restauro.
Conteúdo da exposição: olaria, panaria, cestaria, utensílios de moagem, transformação do leite, cabaças, consumo de tabaco, vida rural, casa rural, cozinha,… Descrições. Ilustrações.

 

Conservação. Museus. Bibliotecas. Arquivos.

 

DON.
pdf

- - -
Como fazer conservação preventiva em Arquivos e Bibliotecas
São Paulo, Arquivo do estado, 2000, 35 pag

 

 

x

- - -
Directrizes da IFLA para a conservação e o manuseamento de documentos de biblioteca
Lisboa, Ministério da Cultura, 2004, 158 pág

 

Publicação técnica de IFLA: International Federation of Library Associations e Institutions.

Técnicas e condições para a conservação.

 

pdf.
IIPC

CÂNDIDO, Maria Inez
Documentação museológica
Brasil, ?, 48 pág

 

 

x

TREVISAN, M. RAGAZZO, E.
Comment restaurer un meuble
Paris, Ed de Vecchi, Les guides créatifs, 1998, 95 pág.

Qu’est-ce que la restauration ?
Qu’est-ce que la conservation ?
Les différentes opérations de récupération.

 

x

VIANA, Mario Gonçalves
. Arte de classificar e arquivar
. Arte de organizar bibliotecas publicas e particulares
Porto, Ed Domingos Barreiro, 1956 e 1958, 251 e 460 pág.
+
Como ordenar uma biblioteca: a classificação decimal aplicada à arrumação de livros
Porto, Livraria Portugália, sem data, 94 pág.

 

Como classificar livros.

3 livros encontrados nos acervos de duas bibliotecas particulares pertencentes a duas famílias de São Filipe.

 

 

Nota: são referências bibliográficas de uso para a Casa da Memória

 

Biblioteca / Library ]

 


[ Home ][ Português ][ English ][ Français ][ Deutsch ][ História ]